Valor Econômico

  • 0

Valor Econômico

Category : Notícias

Agência vai tentar manter caducidade da Abengoa:

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pretende recorrer à própria juíza que concedeu liminar suspendendo o processo de caducidade de obras da transmissora espanhola Abengoa, em recuperação judicial, que estava em curso na autarquia. O objetivo do órgão regulador é argumentar com a juíza Maria da Penha Nobre Mauro, da 5ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, para ela reverter sua decisão.

“Vamos tentar conversar com a juíza para deixar prosseguir [o processo de caducidade]. Vamos dar nossos argumentos. Achamos que a manutenção do processo não atrapalha e sim ajuda com a solução da holding”, afirmou ontem Tiago de Barros Correia, diretor da Aneel, em seminário realizado na FGV, no Rio de Janeiro.

Segundo Correia, pela lei, o processo de recuperação judicial da holding não impede ações de intervenção e caducidade das concessões da empresa. “A recuperação judicial está em cima da holding. E os credores têm interesse na solução das linhas que são as concessões. Achamos que manter isso como impasse não é bom.”

O diretor explicou que não é intenção, em um primeiro momento, buscar uma instância superior para tentar derrubar a decisão liminar da juíza da 5ª Vara Empresarial do Rio. “Vamos conversar primeiro com ela. [Buscar] instâncias superiores só vai complicar”, explicou Correia.


Leave a Reply