O Estado de S. Paulo

  • 0

O Estado de S. Paulo

Category : Notícias

Falha constante em rede elétrica ameaça Roraima:

BOA VISTA

Um linhão de energia entre Brasil e Venezuela, que já foi símbolo das ambições de integração regional da América Latina, tornou-se motivo de preocupação para o governo brasileiro em razão das falhas frequentes que têm prejudicado o fornecimento de eletricidade em Roraima. Com apenas 500 mil habitantes e em meio à Floresta Amazônica, o Estado conta com a energia venezuelana para reduzir o uso de usinas termoelétricas – caras e poluentes. Essas usinas, porém, têm sido cada vez mais acionadas e, mesmo assim, não conseguem evitar a  queda constante do sistema, disse uma autoridade brasileira com conhecimento do assunto.

Inaugurada em 2001 pelos  presidentes Hugo Chávez e Fernando Henrique Cardoso, a linha de transmissão entre os países  recebeu cerca de US$ 200 milhões em investimentos e tinha como objetivo assegurar o suprimento de Roraima por ao menos 20 anos, mas a estrutura já apresenta uma significativa deterioração. Em um debate na Assembleia Legislativa de Roraima, há duas semanas, o deputado Izaías Maia (PTdoB) pediu a união dos políticos locais para resolver a situação da linha, que, segundo ele, operaria atualmente com menos de 2% da capacidade. “Se cruzarmos os braços, a escuridão vai tomar conta do Estado de Roraima”, afirmou Maia. A duração das interrupções o suprimento elétrico no centro da capital Boa Vista cresceu 66%, em 2016, em comparação ao ano anterior. / REUTERS


Leave a Reply