Folha de S. Paulo

  • 0

Folha de S. Paulo

Category : Notícias

“Devolução” de energia pode render até R$ 600 milhões (Mercado Aberto – Maria Cristina Frias):

O governo federal deve arrecadar de R$ 300 milhões a R$ 600 milhões com o leilão de descontratação da energia de reserva, nos cálculos da consultoria Thymos.

O Ministério de Minas e Energia publicou na quinta (20) as normas e o prazo para que o certame aconteça -até o dia 31 de agosto.

No passado, o sistema elétrico contratou uma quantidade reserva de energia para eventuais necessidades. Os valores são rateados por todos os consumidores. O uso de luz caiu, no entanto.

Ao mesmo tempo, parte dos projetos que venderam energia não ficarão prontos a tempo. Como não serão entregues, seus investidores ficam sujeitos a multa.

No leilão de descontratação, os empreendimentos aceitam pagar para não entregar o total que haviam se comprometido a fornecer.

Pelos cálculos da Thymos, devem ser “limpos” cerca de 1.500 MW de fontes solar e eólica que só existem no papel.

Ao dar lances, os geradores fazem uma conta que leva em consideração quanto pagarão de multa, que é uma porcentagem do investimento no projeto.

“Um número de ponto de equilíbrio no leilão será algo em torno de R$ 57 por MWh [a não entregar]. O investidor vai aceitar pagar qualquer valor abaixo disso”, diz Thais Brandini, da consultoria.


Leave a Reply